Últimas Notícias
21/07/2015
Radialistas sergipanos podem ir à greve
Fonte: STERTS
 

O Sindicato dos Radialistas de Sergipe divulgou ontem nota sobre o impasse nas negociações da campanha salarial, apontando que a categoria deve começar a paralisar atividades em emissoras a partir da próxima segunda-feira (27). Confira abaixo a nota do sindicato:

"NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em fevereiro deste ano os operários do rádio e tv sergipana se reuniram para construir coletivamente uma pauta de reivindicação. Depois de muitos debates, chegamos a um consenso em torno de 17 itens tidos como fundamentais para o bom desenvolvimento dos trabalhos, para segurança física, mental, familiar e financeira dos trabalhadores. Encaminhamos a pauta dos trabalhadores no início de março, passados sessenta dias de total silêncio da classe patronal (os donos da mídia), acionamos a Superintendência Regional do Trabalho – SRTE, para que solicitar a mediação entre trabalhadores e patrões (os donos da mídia).

No início de maio houve a primeira rodada de negociações com a apresentação e defesa dos pontos da nossa pauta e dos números do INPC e lucro médio do setor de rádio e TV que ficou acima dos 14% no ano fiscal de 2014. Os patrões, como em todos os anos, demonstrando total falta de respeito pela categoria, trouxeram mais uma vez o velho discurso decorado, vazio, sem base técnica de todos os anos. A atitude dos prepostos dos ‘donos da mídia’ é a clara demonstração da importância que estes empresários dão aos seus canais de comunicação, concessões públicas, que deveriam ser administrados com mais respeito, zelo e carinho. 
Os meses se passam e após cada nova contraproposta patronal, reunimos os operários e entendo a conjuntura, recuamos, retirando itens que consideramos fundamentais. As rodadas se seguem e lamentavelmente mais itens sociais e financeiro são retirados, até atingirmos mínimo possível. Chegamos à sexta rodada na SRTE com uma pauta bem simples, resumida, apenas dois itens, a correção dos salários base da categoria em 9% e a instituição do vale alimentação para todos os trabalhadores em rádio e TV, este último item já está pacificado em vários setores da economia por várias razões, uma delas é que o dinheiro não sai do bolso dos empresários, já que as empresas podem deduzir os valores do seu imposto de renda.

A sétima rodada de negociação ficou marcada para o próximo dia 10 de agosto. Porém, na sexta-feira (17) recebemos um convite do sindicato patronal para uma reunião em sua sede, na Avenida Barão de Maruim, onde nos apresentariam uma nova contraproposta. Reunimos a comissão de negociação e fomos ouvir essa contraproposta. Infelizmente, apesar de haver um pequeno avanço no item financeiro, com 8% (abaixo da inflação) retroativo a maio de 2015 mais 1% para janeiro de 2016. Os patrões mais uma vez não aceitaram sequer negociar o vale alimentação, que é uma antiga reivindicação dos trabalhadores, mesmo com a indicação de flexibilização no valor do vale. A comissão dos trabalhadores mais uma vez reforçou a proposta para fechar convenção 2015/2016 com 9% e a instituição do vale alimentação, mas não houve mais diálogo. Ao final da reunião, os trabalhadores afirmaram que sem acordo, seguiriam a agenda que foi proposta pelo comando de greve, que acarretará no fechamento de uma emissora da capital sergipana na próxima segunda-feira (27).

STERTS – É LUTA!

O SINDICATO SOMOS TODOS NÓS!"



Fonte: Sindicato dos Radialistas de Sergipe
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
« voltar 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 avançar »


SEDE - Brasília DF
SCS QD. 06 Bloco A, Nº 141, Edifício Presidente sala 206/208 - CEP: 70.327-900 - Asa Sul, Brasília/DF
Telefone:(61) 3963-1065